sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Paracetamol após as vacinas pode atrapalhar o efeito

vacina - mae - de - uma - alice
Imagem


Algumas vacinas trazem incômodos para os bebês após as vacinas. Principalmente as do primeiro ano de vida. Essas sempre foram as mais difíceis aqui em casa. Alice teve várias reações após as mesmas, febre, dores no local da aplicação... 

No entanto, essas vacinas são mais do que necessárias para a imunização da criança e para garantir sua proteção contra essas doenças. As reações a essas vacinas também são normais, significa que oc sistema imunológico da criança está reagindo de maneira correta e trabalhando para criar os anticorpos necessários para a imunização. Porém ao menor sinal de febre nós ficamos apreensivos e não hesitamo em dar um paracetamol ou outro analgésico para controlar a febre. 

Um estudo apresentado pela revista The Lancet e desenvolvido na República Checa, diz que essa prática é contra indicada pois pode comprometer o efeito das vacinas. 

O estudo foi realizado em 459 crianças saudáveis ao receber duas doses de vacinas (a primária e o reforço). Uma parte das crianças recebeu doses de paracetamol como prevenção à febre com intervalos de 6 a 8 horas após as primeiras 24 horas da vacina. A outra parte das crianças não utilizou a medicação. 

O objetivo era analisar como o sistema imunilógico e o organimo da criança reagiria à vacina, além de diminuir a febre. O resultado alcançado foi, que, as crianças que tomaram as doses de paracetamol tiveram menos febre, porém a concentração de anticorpos nessas crianças também foi menor.

Por isso antes de medicar seu filho após as vacinas, vale sempre conversar com o pediatra da criança. E só recorra à medicamentos se for necessário e nunca para prevenir  a febre. Reações a vacina são comuns e significa, na maioria das vezes que o organismo está trabalhando de maneira correta. Qualquer dúvida sempre procure um médico. 

Para ler o artigo em primeira mão:


Effect of prophylactic paracetamol administration at time of vaccination on febrile reactions and antibody responses in children: two open-label, randomised controlled trials


quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Transição Capilar


Passar pelo processo de transição capilar pode ou não ser muito difícil. Requer muita confiança e amadurecimento. É uma fase de auto conhecimento e maturidade, é muito mais do que usar cabelo natural, requer muito amor por esses cachinhos lindos. Por isso eu trouxe dicas para passar por esse processo de uma maneira mais agradável. Sem precisar sofrer.


  • TENHA CERTEZA DO QUE QUER: Como eu disse, o processo de Transição Capilar é muito mais do que usar o cabelo cacheado/crespo natural. Requer muito empoderamento e certeza de que é isso mesmo que você quer. Sair da ditadura do liso não significa entrar na ditadura dos cachos. Seu cabelo faz parte de você e aceita-lo como é um processo que exige muitos passos. Além de ser algo que é praticado todos os dias. Vem de dentro pra fora e tenha certeza que não é um processo fácil.
  • PACIÊNCIA É ESSENCIAL: Ser paciente é mais do que importante nesse período. O cabelo normalmente fica com duas texturas. Você não sabe como lidar com aquilo que tem na sua cabeça rsrs e não cabelo cacheado parece que cresce bem mais devagar né. CALMA, fique tranquila que no final você vai amar o resultado viu. Enquanto isso abuse dos penteados procure tutorias no youtube, ou você também pode recorrer ao Big Chop. 
  • ENTENDA SEU CABELO: Existem sim tipos diferentes de cabelos cacheados/crespos viu. Nãos são todos iguais e o seu cabelo pode ter mais de um tipo e isso é normal viu. Fique tranquila. Entenda como seu cabelo se comporta e como estão seus fios. 

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Decoração Harry Potter


Dizem por ai, que eu tenho uma paixão por Harry Potter... Eu não confirmo nada disso ein hahaha.
Por isso quando vi esses quartinhos com o tema eu me apaixonei.
Esses quartinhos são de trouxas ( ou não né) que se inspiração nessa saga maravilhosa que toma conta dos nossos corações sempre.
Além dos quartinhos tem vários itens de decoração que nos fazem morrer de amor pela saga né.
Mas chega de falar e vamos às fotos:




segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Incentivando a Gratidão


Todos os dias das nossas vidas temos motivos para agradecer. Seja por uma graça recebida. Seja simplesmente pelo dom da vida dado a nós por Deus Pai. Em uma sociedade marcada pelo consumismo em excesso é muito importante ensinar os nossos filhos a agradecer. Mas para ensinar as crianças é preciso que sejamos exemplo para todos eles.
Fazer com que as crianças ajudem na tarefa de casa, agradeçam por um presente e doem o que não querem mais, pode desenvolver nela o espírito de gratidão. Converse com seu filho sobre tudo o que você é grato, todos os dias. Pode fazer isso na hora de dormir.
Ajude o seu filho a encontrar um propósito de vida e a agradecer a Deus também nos momentos difíceis. Mesmo quando acreditamos que tudo está perdido coisas boas podem acontecer.

E o mais importante como dito ali em cima. Seja o exemplo.
Seja grato em todos os momentos. A gratidão nos aproxima de Deus e nos fortalece em tempos de batalha.
O texto de hoje é bem curtinho, mas eu estava pensando muito sobre isso essa semana. Vamos refletir...
Beijos beijos


Copyright © 2014 | Design e C�digo: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo